CONTINUAR A COMPRAR

O seu carrinho está vazio

PORTES GRATUITOS

Em Portugal Continental, para mais de 50eur (-5kg)

ENCOMENDAS EM 24h

Em Portugal Continental, para encomendas até ás 15h

A CAÇA AOS PIOLHOS!

O que são piolhos?

Os piolhos são insetos parasitas, achatados, sem asas, que necessitam de um hospedeiro, nomeadamente o ser humano, para completar o ciclo de vida.

São seres pequenos que se fixam-se no cabelo, junto ao couro cabeludo, onde se alimentam do sangue que sugam. Quando picam o couro cabeludo, injetam uma espécie de saliva que provoca a comichão, principal sintoma da infestação por piolhos, conhecida por pediculose. Além do cabelo, os piolhos podem alojar-se em diversos locais onde exista pelo.

Os piolhos são a doença parasitária mais comum nas crianças entre os 3 e os 10 anos, e consequentemente, entre os seus familiares e cuidadores.

Como se desenvolve a infestação?

A infestação dá-se por contacto direto entre cabelos ou pela utilização de pentes, chapéus ou outros adereços de pessoas com pediculose. Um piolho deposita 8 a 12 ovos por dia, as chamadas lêndeas. Ao fim de 7 a 10 dias nascem novos piolhos que atingem a idade adulta às 3 semanas, podendo depositar mais ovos.

O piolho vive em média 30 dias, mas sobrevive menos de 24h fora do hospedeiro.

 

Como detectar a presença de piolhos?

Se notar que o seu filho se coça, insistentemente, mesmo durante a noite, é geralmente um sinal da presença de piolhos e lêndeas.

Os piolhos são visíveis quase sempre na nuca e atrás das orelhas, visto que as condições de temperatura e humidade nessas zonas lhe são favoráveis, já as lêndeas podem ser encontradas junto à raiz do cabelo.

Como prevenir uma infestação por piolhos?

A melhor forma de prevenir é estar atento e evitar o contacto direto com cabelos infestados. Também, é importante ensinar as crianças que não devem usar pentes ou chapéus de outros, nem emprestar os seus.
Como vigilância, pode optar por passar um pente fino semanalmente, de preferência à sexta-feira para fazer o tratamento durante o fim de semana.

Quais os tratamentos possíveis para acabar com os piolhos?

O tratamento mais eficaz é a aplicação de antiparasitários específicos sob a forma de champô, solução, spray ou loção. A maioria destes produtos não requer receita médica, mas o aconselhamento farmacêutico é essencial para garantir o uso correto e assegurar a eficácia do tratamento.

Há que respeitar as instruções, nomeadamente quanto à duração do tratamento e ao intervalo de tempo entre aplicações.

Em modo geral, como é aplicado?

1. Pentear o cabelo seco com um pente para desembaraçar. Agitar a embalagem. Aplicar a loção /champô/ spray no cabelo seco.

2. Massajar, garantindo que todo o couro cabeludo e cabelo fiquem cobertos com o produto.

3. Deixar atuar durante o tempo indicado na embalagem.

4. Passar o pente metálico anti-piolhos cuidadosamente por todo o cabelo, para remover os piolhos e lêndeas.

5. Lavar o cabelo com um champô sem condicionador ou com champô Pós-Tratamento.

7. Em função do grau de infestação, repetir o tratamento após 7 e/ou 14 dias.

 

Curiosidades:

  • O piolho não voa, porque não tem asas, mas sabe nadar.
  • Os piolhos têm um aspeto translúcido, o que os torna difíceis de detetar no seu cabelo. Depois de se alimentarem, os piolhos ficam com uma cor castanha-avermelhada.
  • Os piolhos não escolhem quem vão infestar. Toda a gente pode ter piolhos.
  • As fêmea podem colocar mais de 10 lêndeas por dia.
Voltar