CONTINUAR A COMPRAR

O seu carrinho está vazio

PORTES GRATUITOS

Em Portugal Continental, para mais de 50eur (-5kg)

ENCOMENDAS EM 24h

Em Portugal Continental, para encomendas até ás 15h

VACINAS DOEM, MAS....

O que é uma vacina?

As vacinas são consideradas medicamentos, mas são medicamentos muito específicos, uma vez que não se vê um efeito imediato.

As vacinas são feitas a partir de antigénios (partículas estranhas) que podem ser um vírus ou bactéria, de diversas formas – inteiros ou fracionados, mortos ou atenuados. Estes são administradas a uma pessoa com o objectivo de ter um efeito imunológico, ou seja, protetor contra uma determinda doença, prevenindo-a.

As vacinas são seguras?

As vacinas têm um elevado grau de segurança, eficácia e qualidade, desde logo porque só são introduzidas após longos anos de investigação científica. Além de mais, o processo de autorização é controlado e rigoroso, sendo guiado por princípios éticos. Por isso, todas as crianças e todos os adultos devem cumprir os esquemas de vacinação recomendados para a sua idade e o seu estado de saúde.

No entanto, serem seguras, não significa que não tenham efeitos secundários, porém são ligeiros e passageiros, desaparecendo sem necessidade de tratamento. Os mais comuns são vermelhidão e dor local, dor de cabeça ou febre baixa.

Porque me devo vacinar?

As vacinas salvam vidas! Antes da introdução da vacinação nos cuidados de saúde e na rotina das crianças, as doenças infecciosas eram a principal causa de morte na infância. Além de mais, vacinar evita a transmissão de doença de pessoa para pessoa, bloqueando a propagação da doença na comunidade.

Todas as pessoas têm direito à vacinação?

Todas as pessoas têm acesso à vacinação gratuita e segura: os programas nacionais de vacinação permitem que todas as pessoas recebam as vacinas de acordo com a sua idade e em serviços de saúde competentes. Com isso, conseguiu-se atingir uma percentagem elevada de cidadãos vacinados contra as doenças alvo dos programas, alcançando-se um controlo das doenças evitáveis pela vacinação, com uma enorme diminuição do número de mortos e de incapacidades.

A vacinação pode ajudar a evitar as doenças?

As doenças podem ser controladas e eliminadas através de uma vacinação em grande escada e sustentada. Doenças como o sarampo podem ser eliminadas da Europa, à semelhança do que aconteceu com a poliomielite e com a varíola. Para isso, é necessário que uma percentagem elevada da população adira aos programas nacionais de vacinação.

 

Afinal que é o Programa Nacional de Vacinação?

O Programa Nacional de Vacinação é um programa universal gratuito e acessível a todas as pessoas presentes em Portugal. Tem como objetivo a proteção de indivíduos e a população em geral contra as doenças com maior potencial para constituírem ameaças à saúde pública e individual e para as quais há proteção eficaz por vacinação.

A nível individual pretende-se que a pessoa vacinada fique imune à doença ou que tenha uma forma ligeira quando contactar com o agente infeccioso que a causa. A nível da população pretende-se eliminar, controlar ou minimizar o impacto da doença na comunidade, sendo necessário que a percentagem de pessoas vacinadas na população seja a mais elevada possível.

Qual o programa nacional de vacinação disponível em Portugal?

As vacinas incluídas no programa nacional de vacinação oferecem proteção eficaz contra as seguintes doenças infeciosas:

Hepatite B, doença invasiva por Haemophilus Influenzae B, Difteria, tétano, tosse convulsa, poliomielite, infecções por Streptococcus pneumoniae, Neisseria Meningitidis B e C, sarampo, parotidite epidémica, rubéola e infecções por vírus do papiloma humano.

Voltar